quinta-feira, 18 de junho de 2009

TERMOTERAPIA SUPERFICIAL POR CALOR, RADIAÇÃO INFRAVERMELHA E RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA

Alunas: Fernanda C. Cunha Rocha, Michelly Araújo Ferreira,Rosângela Alves.

TERMOTERAPIA SUPERFICIAL POR CALOR

Primeira lei da termodinâmica: “em todos os processos que correm em um sistema isolado, a energia do sistema permanece constante ”.

Formas de transmissão de calor:

1. Condução: contato direto com a pele

2. Convecção: calor por efeito mecânico

3. Conversão: radiação

A termoterapia superficial ocorre devido a transferência de calor de uma modalidade física para o tecido, por meio da condução.

EFEITOS FÍSICOS E FISIOLÓGICOS:

Aumento da energia cinética das moléculas, elevação da temperatura local superficial, aumento do fluxo sanguíneo para a área aquecida, aumento do metabolismo celular e resíduos metabólicos, aumento no número de leucócitos e fagócitos, aumento da permeabilidade capilar, aumento da drenagem linfática e venosa, hiperemia, vasodilatação das arteríolas e vasos capilares, aumento da atividade reflexa do axônio, diminuição da viscosidade tecidual, diminuição do tônus muscular e espasmo muscular, diminuição da excitabilidade dos fusos musculares.

EFEITOS TERAPÊUTICOS:

Proporciona o alívio da dor pois, provoca o aumento do metabolismo, variação do limiar da dor nas fases subaguda e crônica e redução do espasmo muscular. O relaxamento muscular também é outro efeito devido ao aumento da extensibilidade do colágeno e a diminuição da excitabilidade dos fusos musculares. Aceleração do processo de reparo tecidual, aumento de metabolismo, fluxo sanguíneo, atividade enzimática e processos químicos juntamente com a vasodilatação favorecem a cicatrização e mitose celular. Devido a elevação de temperatura ocorre também o aumento da elasticidade do tecido conjuntivo (extensibilidade do colágeno) .

MÉTODOS DE APLICAÇÃO:

A técnicas de terapia supercial podem ser aplicadas através do Turbilhão de água quente em que a temperatura deve estar entre 37 a 45 ºC para braços e mãos, para as pernas em torno 37 a 40 ºC e corpo inteiro 37 a 39 ºC, durante um tempo entre 15 e 20 minutos. Provoca no local sedação tecidual, aumento da circulação, temperatura muscular e tecidual e consequentemente o relaxamento de espasmos. Pacotes de gel térmico comercial são outra forma de termoterapia superficial, que devem ser colocados sobre os segmentos corporais desejados. Recomenda-se o uso de pinças ou tesouras para a manipulação dos pacotes. Toalhas podem ser utilizadas para proteger o paciente contra queimaduras. O tempo de aplicação deve durar entre 15 a 20 minutos. Provoca os mesmos efeitos fisiológicos do turbilhão de água quente.

O banho de Parafina é outro recurso muito utilizado, feito através da combinação da parafina com óleo mineral, pois este, reduz a temperatura ambiente da parafina. São utilizadas sacolas plásticas, toalhas de papel ou toalhas de pano para envolver o segmento corporal. A imersão em parafina pode ser feita em até 6 camadas. Causa aumento da temperatura tecidual e alívio da dor. O tempo de tratamento é de 20 a 30 minutos. É importante limpar o local antes do tratamento, lavando a área com álcool ou sabão.

INDICAÇÕES:

Condições inflamatórias subagudas e crônicas, dor subaguda e crônica, remoção do edema subagudo, diminuição de ADM, reabsorção de edema, pontos-gatilho miofasciais, músculo antálgico, espasmo muscular, tensão muscular subaguda e luxação subaguda do ligamento.

CONTRA-INDICAÇÕES:

Condições musculo-esqueléticas agudas, circulação prejudicada, doença vascular periférica, pele anestesiada, feridas abertas ou problemas de pele (turbilhão frio e banhos de contraste).

RADIAÇÃO INFRAVERMELHA (IV) clip_image002[4]

A radiação infravermelha é um agente térmico superficial usado para alívio da dor e rigidez, para aumentar a mobilidade articular e favorecer a regeneração de lesões de tecidos moles e problemas da pele.

As fontes IV podem ser artificiais ou naturais (por exemplo, o sol). No IV artificial os geradores podem ser divididos em duas categorias: luminoso e não luminoso. Estes últimos consistem de uma bobina espiral de fio de metal resistente enrolada em volta de um pedaço de material não condutor em formato de cone. Resultando na emissão de radiação de várias freqüências diferentes, produzindo radiações com pico a um comprimento de onda em torno de 4μm. Os geradores luminosos (ou aquecedores por radiação) consistem em um filamento de tugstênio dentro de um bulbo de vidro que contém um gás inerte a baixa pressão; eles emitem tanto radiação IV quanto visíveis com um pico de comprimento de onda em torno de 1μm.

As radiações IV podem ser refletidas, absorvidas, transmitidas e sofrer refração e difração pela matéria, sendo a reflexão e a absorção os processos de maior significância biológica e clínica. Esses efeitos modulam a penetração da energia dentro dos tecidos e desse modo, as alterações biológicas que ocorrem. Os comprimentos de ondas curtos se difundem mais do que os comprimentos de ondas longos, mas que as diferenças são minimizadas à medida que a espessura da pele aumenta. A penetração, portanto, depende tanto das propriedades de absorção dos constituintes da pele quanto do grau de difusão ocasionada pela microestrutura da pele.

Apesar de o nível de aquecimento produzido no tecido poder ser calculado matematicamente ou poder ser registrado por sensores de calor, é prática clínica normal estimar o nível de aquecimento desenvolvido nos tecidos da superfície através do relato sensitivo do paciente. A quantidade de energia recebida pelo paciente será governada por:

* potência da lâmpada (em watts);

* a distância entre a lâmpada e o paciente;

* a duração do tratamento.

O tratamento infravermelho é, normalmente, continuado por um período entre 10 e 20 min., dependendo do tamanho e vascularidade da parte do corpo, da cronicidade da lesão e da natureza da lesão. Os comprimentos de onda principais usados na prática clínica são entre 0,7μm e 1,5 μm.

APLICAÇÃO CLÍNICA:

O procedimento a seguir deve ser usado quando se aplica terapia IV a um paciente.

* Seleção de equipamento. Lâmpada luminosa ou não luminosa. Não luminosa aproximadamente 15 minutos, luminosa apenas alguns minutos.

* A pessoa. É usada uma posição confortável. A pele deve estar descoberta, limpa e seca, sendo removidas todas as pomadas e cremes.

* Precauções de segurança. A natureza, os efeitos e riscos do tratamento devem ser explicados, as contra indicações verificadas. Os olhos devem ser cobertos se houver possibilidade de serem irradiados.

* Posicionamento da lâmpada. A lâmpada é posicionada para permitir que a radiação iniciada na pele em ângulo reto de modo a facilitar a absorção máxima de energia. A distância ente a lâmpada e parte do corpo variará de acordo com a potência da lâmpada, mas é geralmente entre 50 e 75cm.

* Dosagem. Essa é determinada pela resposta da pessoa.

* Acompanhamento. Após o fim do tratamento, a temperatura da pele deve parecer levemente ou moderadamente quente ao toque. Devem ser mantidos registros de cada seção de tratamento e das mudanças induzidas pela radiação.

TRATAMENTO:

  • O paciente deve estar posicionado a 50cm da fonte;
  • Uma cobertura com toalha protetora deve ser colocada no lugar;
  • A duração do tratamento deve ser de 15 a 20 minutos;
  • A pele deve ser verifica a cada poucos minutos devido à coloração;
  • As áreas que não serão tratadas devem ser protegidas.

PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA:

A segurança elétrica do equipamento deve ser verificada regularmente. A potência da lâmpada deve ser verificada e a estabilidade mecânica, alinhamento e segurança de todas as partes da lâmpada deve ser examinada.

CONTRA INCICAÇÕES:

  • Áreas com sensibilidade térmica cutânea ruim ou deficiente;
  • Pessoas com doença cardiovascular avançada;
  • Área com a circulação periférica local comprometida;
  • Tecido cicatricial ou tecido desvitalizado por radioterapia profunda ou outra radiações ionizantes (que pode estar mais sujeito a queimaduras);
  • Tecido maligno na pele;
  • Pessoa com redução no nível de consciência ou da capacidade de compreensão dos riscos do tratamento;
  • Pessoas com enfermidade febril aguda;
  • Algumas doenças agudas de pele como dermatite ou eczema;
  • Os testículos.

FOTOTERAPIA: RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA

A radiação ultravioleta cobre uma pequena parte do espectro eletromagnético, ocupando uma região de comprimento de onda de 400-100 nm.

clip_image003[4]

O espectro ultavioleta é subdividido em três regiões:

 

UVA

UVB

UVC

Comprimento de onda

400-320 nm

320-280 nm

280-100 nm

Frequência

1015

1015

1016

Penetração

Derme

Epiderme

Retida na camada de ozônio

Efeito

1. Estimulo à produção de melanina;

2. Perda as características normais das fibras elásticas e colágenas;

3. Cancerígena;

1. Eritema(dilatação dos capilares sanguíneos);

2. Pigmentação indireta da pele;

3. Espessamento da camada córnea da pele;

4. Cancerígena;

1. Germicida ;

2. Bactericida;

DOSE DE ERITEMA MÍNIMA:

É a menor dose onde o local exposto à radiação fica com coloração rósea que é anulada ao ser submetido a pressão(torna-se branca).Esse teste deve ser realizado no antebraço anteriormente ou na região medial da coxa.

Em uma folha de papel faz-se 5 quadrados sobre os quais será insidido a radiação UV à uma mesma distância,porém com tempos de exposição diferentes.No dia subseqüente observa-se em qual tempo de incidência pode ser observada a Dose de eritema mínima que será usada na terapêutica.A cada dia de terapia 5segundos de incidência podem ser acrescidos.Esse mesmo tempo pode ser retrocedido a cada dia sem a terapia.

      clip_image003[17]clip_image003[18]clip_image003[19]clip_image003[20]clip_image003[16]

Tempo:75’         60’          45’          30’         15’

EFEITOS BIOLÓGICOS DA RADIAÇÃO UV:

1. Eritema( produzido pela liberação de substâncias vasodilatadoras);

2. Dilatação dos vasos sanguíneos;

3. Bronzeamento;

4. Hiperplasia da pele(devido ao aumento na taxa de divisão das células basais da epiderme resultando no espessamento da epiderme e do estrato córneo);

5. Produção de vitamina D ;

6. Envelhecimento da pele;

7. Conjuntivite, fotoceratite, catarata;

EFEITOS TERAPÊUTICOS:

1. Melhora de úlceras de pressão(devido a hiperplasia da pele e a ação bactericida);

2. Esterilização( ação bactericida);

3. Maior absorção de cálcio e de fósforo( pela produção de vitamina D);

4. Tratamento de doenças de pele;

CUIDADOS:

1. Questionar o uso de drogas que aumentam a sensibilidade à radiação UV;

2. Prover de óculos de proteção para o paciente e o terapeuta;

3. A sala de aplicação deve ser não-refletoras;

4. Lavar a área antes da exposição;

5. Aplicar a dosagem correta de acordo com a Dose de Eritema mínima;

6. Área a ser tratada deve estar despida;

7. Proteger as áreas que não serão tratadas,assim como mamilos e genitálias;

8. Observar cuidadosamente a distância(uso de fita métrica) e o tempo de aplicação(cronômetro) da terapia;

INDICAÇÕES:

Dose

Úlceras infectadas

2 e 1/5 a 5 x DEM

Feridas sépticas

2 x e 1/5 DEM

Feridas assépticas

Dose suberitemal

Psoríase

Terapia PUVA

Acne

DEM

Foliculite

Dose suberitemal

Pitiríase Rósea

DEM

Tinha de cabeça

DEM

Osteomalácia

Terapia com RUVB

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

TERMOTERAPIA SUPERFICIAL

· KITCHEN, S.; BAZIN, S. Eletroterapia prática baseada em evidências.

Capítulo: 9 - Calor e frio: métodos de condução.

· PRENTICE, W. E. Modalidades terapêuticas para fisioterapeutas.

Capítulo: 9 - Modalidades infravermelhas

FOTOTERAPIA – RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA

· PRENTICE, W. E. Modalidades terapêuticas para fisioterapeutas.

Capítulo: 12 - Fisioterapêutica com radiação ultravioleta.

· KITCHEN, S.; BAZIN, S. Eletroterapia prática baseada em evidências.

Capítulo: 13 - Terapia ultravioleta.

RADIAÇÃO INFRAVERMELHA

· KITCHEN, S.; BAZIN, S. Eletroterapia prática baseada em evidências.

Capítulo: 10 - Radiação infravermelha.

· PRENTICE, W. E. Modalidades terapêuticas para fisioterapeutas.

Capítulo: 9 - Modalidades infravermelhas. p. 210 e 211.

2 comentários:

  1. esta postagem tirou minhas duvidas sobre a aplicação do infra vermelha,esclarecedor obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Excelente trabalho, esclarecedor. Parabéns a todas

    ResponderExcluir